“O que acontece em Maxixe termina na Maxixe” mais a dor de ser eliminado nos oitavos de final, não, essa dor não termina em Maxixe

0

Três bolas sem resposta, foi com esse resultado que o Campeão da Taça de Moçambique da edição passada, foi eliminado na tarde de hoje em Maxixe, um resultado que deixa a vista a decadência dos Locomotivas da capital.

Já não existe cortinas que possam esconder o mau momento que é vivido nos locomotivas da capital, na tarde de hoje a equipa foi recebida e eliminada da Taça de Moçambique, por três bolas sem resposta. AD Vilankulo, entrou com um golo madrugador logo aos 8 minutos por intermédio do MBisa, (1-0), foi assim que a derrota do Ferroviário de Maputo começou a se desenhar, que aos 32 minutos, beneficiou-se de uma grande penalidade, Kito o capitão da equipe locomotiva, chamado a cobrar desperdiçou a oportunidade de igualar a partida, (1-0), foi sim o resultado que levou as duas equipes ao intervalo.

Na segunda parte, veiram mais emoções, e os donos da casa, também se beneficiaram de uma grande penalidade, Betinho chamado a cobrar, mostrou ao capitão dos Locomotivas como se converte uma penalidade e ampliou a vantagem para (2-0), golo de tranquilidade, que deixou cair toda esperança do golo de empate por parte dos adeptos dos Locomotivas. O jogo foi decorrendo e o Ferroviário de Maputo, não conseguiam encontrar argumentos certos para violar a baliza do AD Vilankulo, e no futebol quem não marca arrisca-se a sofrer, Arábana sentenciou Ferroviário de Maputo, com uma derrota de (3-0), daí nada mais se viu até ao fim da partida.

Com este resultado, João Chissano pode estar com os dias contados no comando técnico do Ferroviário de Maputo. Mais informações sobre a contratação ou não no comando técnico do João Chissano nos Locomotivas, nos próximos artigos.

Loading