Seleção Sub-17 de Moçambique Fora do Cascais Cup 2024 por Falta de Vistos

O sonho da seleção nacional sub-17 de participar na primeira edição do Cascais Cup, torneio organizado pela União de Federações de Futebol de Língua Portuguesa (UFFLP), desmoronou-se. A competição, que ocorrerá em Portugal, na região turística de Cascais, entre os dias 8 e 15 de julho de 2024, não contará com a presença dos Mambinhas devido à não emissão dos vistos necessários pela embaixada de Portugal em Maputo.

Segundo Feizal Sidat, presidente da Federação Moçambicana de Futebol (FMF), a delegação moçambicana deveria partir de Maputo às 5 horas desta quinta-feira, 4 de julho. No entanto, apesar do pedido competente submetido pela FMF, o consulado português não emitiu os vistos de entrada, inviabilizando a participação dos jovens atletas no torneio pioneiro.

A ausência de Moçambique na competição representa um grande desapontamento para os jogadores e para todos os envolvidos no futebol juvenil do país. O Cascais Cup 2024 foi concebido para fortalecer os laços entre as federações de futebol dos países de língua portuguesa, contando com a participação de seleções de Brasil, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe, os membros fundadores da UFFLP.

A fundação da UFFLP, no ano passado em Lisboa, simbolizou um passo significativo para a cooperação desportiva entre as nações lusófonas. A primeira edição do Cascais Cup deveria ser um palco para jovens talentos exibirem suas habilidades e promoverem a unidade através do futebol. A ausência de Moçambique, devido à burocracia de vistos, destaca a importância de uma melhor coordenação e apoio entre as entidades organizadoras e os consulados dos países envolvidos.

O presidente da FMF, Feizal Sidat, expressou sua tristeza e frustração com a situação, ressaltando o impacto negativo para os jovens atletas que se prepararam intensamente para a competição. O episódio serve como um alerta para futuras iniciativas, enfatizando a necessidade de uma abordagem mais eficiente na facilitação da mobilidade dos atletas entre países.

Enquanto isso, a comunidade futebolística moçambicana permanece esperançosa de que futuras oportunidades se concretizem, permitindo que os jovens talentos do país brilhem em competições internacionais.

Gostou deste conteudo?

Partilhe !!!

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Email

Respostas

Mais Novidades

Mambinhas Enfrentam Guiné-Bissau na Terceira Jornada do Torneio de Futebol Sub-17 em Cascais

Black Bulls Enfrentam Ferroviário de Lichinga na Abertura da Última Jornada da Primeira Volta do Moçambola 2024

Mambinhas Dominam no Torneio Sub-17 de Cascais com Goleada de 8-0 sobre Guiné-Bissau

PARA QUEM PENSOU QUE ERA A BLACK BULLS A DONA DA “MÃOZINHA”, EIS A SURPRESA: CONSELHO DE DISCIPLINA ORDENA INVESTIGAÇÃO DE PROVÁVEL SUBORNO NO JOGO TEXTÁFRICA – BLACK BULLS

Shaquille Nangy Assina por Dois Anos pelo Sagrada Esperança

Black Bulls Enfrentará Alize Fort das Ilhas Comores nas Eliminatórias da Taça Nelson Mandela

inspirando mudanças

PONTAPÉ DE SAÍDA PARA O 1º TORNEIO DE FUTEBOL “UFFLP – CASCAIS 2024”

Victor Mayamba Assume Comando do Desportivo de Nacala

Ironia do Destino ou Acaso? Estreias de Treinadores Marcam o Derby da 8ª Jornada do Moçambola

INSPIRANDO MUDANÇAS | REINILDO MANDAVA | GENY CATAMO | BRUNO LANGA

INSPIRANDO MUDANÇAS – GABRIEL JÚNIOR

INSPIRANDO MUDANÇAS – GILBERTO MENDES

explore por categoria

Mambas
Moçambola
CAF
COSAFA
Actividades
comunidade
eventos

conectando moçambique

PARTE 1

PARTE 2