Termina o jogo com a vitória do Senegal por uma bola sem resposta, Moçambique perdeu mais deixou ficar uma grande exibição no segundo tempo

0

Moçambique meteu literalmente o Senegal no bolso no segundo tempo mais faltou o golo para dar alegria ao povo moçambicano que aderiu em massa ao estádio nacional do zimpeto.

Moçambique entrou a tremer e Senegal soube aproveitou-se disso tendo chegado ao primeiro golo aos 18 minutos, foi um balde de água fria, (1-0) e, estava o Senegal a ganhar, o jogo decorreu mais o resultado não mais se alterou até ao fim da primeira parte.

Veio segunda parte e, Moçambique deixou o medo para trás, e deu o seu melhor, aliás aquilo foi um verdadeiro show de futebol e público correspondeu em alta, que esteve a vibrar pela seleção nacional, desde o primeiro minuto até ao apito final. Chiquinho Conde, técnico da seleção nacional, diz que Moçambique merecia sair com um empate e apela a todos a se unirem pela seleção. “Temos que juntar as nossas energias para levar essa seleção a bom porto e bom porto é levar a seleção ao CAN” disse Chiquinho Conde.

Já o capitão dos Mambas, Domingues, diz que foi um jogo equilibrado e Senegal foi feliz porque concretizou a oportunidade que teve. “Foi um jogo equilibrado, entre a primeira e segunda parte, eles tiveram algumas oportunidades e foram mais eficaz, segunda parte tentamos virar o jogo mais faltou o golo” avançou Domingues, capitão dos Mambas.

Até então, nada está perdido, tudo depende dos Mambas que voltam a jogar fora de casa em junho e setembro vão fazer o último jogo no Estádio nacional do Zimpeto, quiçá conseguir essa qualificação Moçambique que está a 13 anos, sem pisar num Can, já jejuamos por muitos anos, esse é o momento de regressar, Moçambique fica agora a espera do jogo de amanhã entre Ruanda e Benin pra saber o seu posicionamento no grupo L.

Loading